Talea por Sandonà

Da Itália vem o design, executado por habilidosas mãos na serra gaúcha. A soma de uma linha de produção com tecnologia de ponta ao acabamento manual do artesão traz à luz a série de poltronas Talea, dos designers Stefano Sandonà e Sabrina Betinni. A espuma líquida injetada na estrutura de alumínio garante ergonomia. O forro removível assegura manutenção e atualização ao gosto do cliente.

Stefano Sandonà nasceu na Itália, em 1974. De formação artística, é um designer que consegue sintetizar estética, inovação e função em elementos atemporais de forte apelo emocional. Sabrina Betinni é brasileira, nascida em 1978. Arquiteta formada pela FAU Mackenzie e pelo IUAV de Veneza, trabalhou em escritórios de arquitetura e empresas no Brasil e Itália. Fundou, ao lado de Stefano, o Studio Sandonà Design em 2006, na Itália, e em 2014, no Brasil.

A personalidade urbana encontra o seu equilíbrio na combinação harmoniosa de ângulos retos e formas suaves, trend global e local, elegância e prazer de viver. Poltronas, mesas, banquetas e complementos compõem um living informar e multicultural.

 

Poltrona Kauai

Inspirada na linda ilha havaina, a poltrona combina ergonima e design inseridos na cultura brasileira. Sua excelente ergonomia e aparência se completam com a base em madeira. Disponível em duas versões, uma com encosto alto, que se estende como apoio de cabeça e a outra com encosto baixo.

Poltrona Kauai Giratória

Os pés em madeira com liga de aço garantem resistencia e praticidade. Perfeita para escritórios e espaços comerciais, com mecanismo reclinável.

 

Poltrona Kauai Balanço

A ideia do balanço relembra a poltrona da casa da vó, porém suas linhas puras e sensuais criam uma poltrona capaz de inserir-se em diversos contextos com estilos diferentes.

A palavra TALEA deriva de um método de reprodução das plantas baseado no princípio regenerativo. Um fragmento da planta é especialmente cortado e inserido na água ou no solo para dar origem a uma nova planta que cria raízes. O mesmo princípio é utilizado na criação dos espaços, onde os objetos são posicionados e combinados para dar vida ao vazio e estabelecer uma conexão emotiva com quem os habita.

A identidade da cultura brasileira como componente estética foi um elemento norteador para a criação da coleção, que preza por linhas puras e sensuais. A ideia é criar um mobiliário capaz de inserir-se em contextos estilísticos diversos, demonstrando o caráter solar e cheio de vida do brasileiro. A combinação de cores sutis e tonalidades vibrantes resulta em um estilo sem excessos, onde as cores são utilizadas pontualmente.