SANTA BRIGIDA

No sertão semiárido de nome Serra Encantada, da madeira caída de umburana, nascem pássaros que habitam a caatinga, e figuras do cotidiano sertanejo. Galhos e troncos espalham-se pelo chão do galpão que abriga a produção, desfazendo-se em serragem e refazendo-se em arte pelas mãos dos artesãos. O íntimo contato com a natureza é o que inspira e a herança de devoção e entrega ao trabalho deixada por mestre José Valdo é matéria prima presente.

Utilizam também a palha de licuri na produção de cestos trançados a mão. No povoado praticamente todos pertencem a uma mesma família. Muitos artesãos também são agricultores familiares. Cerca de 30 famílias compõe a Associação de Artesãos de Santa Brígida (AASB), criada em 2011, mas para aumentar a capacidade de responder às demandas do mercado, uniram-se a artesãos de outros povoados.

O trabalho é baseado em boas práticas de convivência com o semiárido, numa relação harmoniosa e sustentável na zona rural de Santa Brígida, Bahia. Partem em busca de madeira morta, trabalhada pelas adversidades climáticas do semiárido. Zelam pela palmeira do licuri em um rodízio de coleta da palha entre as comunidades. A prática é fundamental para conservar a Caatinga. A experiência revela aprendizados em diferentes dimensões – traços da identidade local e a força do ofício que preza pelas tradições locais e incentiva os sertanejos a terem orgulho de seus ritos e saberes.

 

Você pode solicitar orçamento através do formulário abaixo ou contatar nossa equipe de vendas. Nosso atendimento online é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

E-mail: contato@casadealessa.com.br

WhatsApp: 51 997 909 004

 

Categoria: Tag: