CIDA LIMA

Sem uso de torno, a partir do encontro das mãos com o barro crú, a louça de caboclo é uma herança indígena. Ganha forma, seca na sombra e segue para a queima. Cerca de 3 horas. A pintura preserva o uso de penas de galinha e nuances da argila tauá. Cida e Neguinha são mestres de ofício, reconhecidas pela vida e obra dedicadas a produção e manutenção dessa arte tradicional.

Acumulam, juntas, quase um século de ofício. Aos 7 anos, começavam a moldar o barro. De família de louceiros aprenderam cedo. Mas desacreditavam no poder do seu trabalho e no valor de suas obras. Até que, em 2005, a artista plástica Ana Veloso, coordenando o projeto Estado de Arte passou a orientá-las na criação de peças decorativas e autorais. Certo dia, Cida criou a peça de traços simples e elegantes, as cabeças. Feições marcantes e acabamento impecáveis. Em 2011 participava, ao lado de Neguinha, da Fenearte como mestre-artesã e hoje criam peças que estão tomando conta dos projetos de decoração pelo Brasil e o mundo. Guardiãs de memórias marcadas pela herança de antigas matrizes culturais e pela criação de novas técnicas. Artistas com destreza técnica, que se expressam através de uma linguagem artística milenar, ancestral, inspirando toda uma nova geração de artesãos locais.

 

Você pode solicitar orçamento através do formulário abaixo ou contatar nossa equipe de vendas. Nosso atendimento online é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

E-mail: contato@casadealessa.com.br

WhatsApp: 51 997 909 004

 

Categoria: Tag: